Header Ads

ad

Após análise de câmeras, polícia descarta possibilidade de latrocínio em morte de pastor

Após análise de câmeras, polícia descarta possibilidade de latrocínio em morte de pastor 

Anderson do Carmo, marido da cantora e deputada federal Flordelis, foi morto na madrugada do último domingo

A Polícia descartou hipótese de latrocínio - roubo seguido de morte - no caso do assassinato do pastor Anderson do Carmo, marido da deputada federal e cantora Flordelis. Ele foi morto a tiros na madrugada do último domingo (16) em Pendotiba, Niterói

Segundo a polícia, as imagens das câmeras de segurança da casa do pastor não mostram nenhum suspeito entrando ou saindo. Na tarde desta quarta-feira (19), Flávio dos Santos, filho biológico da parlamentar, prestou novo depoimento na Delegacia de Homicídios de Niterói. 

Na noite de terça, agentes encontraram uma pistola em cima de um armário no quarto onde ele dormia. Para a polícia, a arma foi usada no crime. Por volta das 20h, enquanto prestava depoimento, Flávio passou mal e precisou ser atendido por socorristas do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) na delegacia. 

Os policiais ainda não encontraram o celular do pastor, ocasião em que os investigadores pediram à deputada Flordelis que o entregasse na delegacia, mas até agora, quase 4 dias depois do crime, o aparelho não chegou até a polícia. 

O laudo do Instituto Médico-Legal aponta que o corpo de Anderson tinha 30 perfurações, a maioria na região da virilha e da coxa, com nove. Oito disparos foram feitos na região do peito, e um tiro foi na cabeça, feito à curta distância, o que leva os investigadores a à hipótese de execução. 

Fonte: G1

Nenhum comentário