Flordelis decide fechar uma das igrejas de seu ministério

Ao todo, seis unidades compõem as igrejas que eram presididas por Anderson do Carmo, marido de Flordelis assassinado no último dia 16 de junho

A pastora e deputada Flordelis anunciou nesta terça-feira (9) o fechamento uma das igrejas que compõem seu ministério pessoal. O assassinato do marido, pastor Anderson do Carmo de Souza, foi o principal fator para a decisão. 

A unidade fechada será a de Pendotiba, em Niterói, mesmo bairro onde está localizada a casa da também deputada federal. Em nota, a assessoria de imprensa da cantora e parlamentar afirmou que a igreja será fechada "porque, em razão do impacto emocional da morte do Pastor Anderson do Carmo, os dirigentes do Ministério Flordelis no local afastaram-se e não há, no momento, alguém para conduzir os cultos". 

Ao todo, seis igrejas compõem o ministério FLordelis, sendo a principal localizada em Mutondo, em São Gonçalo, região metropolitana do Rio. A denominação era presidida por Anderson e tinha dois filhos do casal como pastores. 

O pastor foi morto a tiros dentro da casa da família, em Pendotiba, na madrugada do último dia 16. Dois filhos de Flordelis - um biológico e outro adotivo - estão presos por suspeita de participação no crime. 

Confira a nota da assessoria de Flordelis na íntegra: 

O Ministério Flordelis atua em seis localidades, uma delas, em Laranjal, está em obras. O Ministério é administrado por um conselho, presidido hoje pela Pastora Flordelis. Na vice-presidência está o Pastor Carlos. 

O Conselho decidiu ontem, dia 2 de julho, suspender temporariamente, as atividades em Pendotiba, porque, em razão do impacto emocional da morte do Pastor Anderson do Carmo, os dirigentes do Ministério no local afastaram-se e não há, no momento, alguém para conduzir os cultos. 

O conselho, contudo, colocou à disposição dos fiéis de Pendotiba, condução para que eles compareçam aos cultos no Ministério de Piratininga. 

Assim que as condições permitirem e com a ajuda de Deus, o Ministério em Pendotiba deverá voltar à normalidade.

Postar um comentário

0 Comentários