Primeiro-Ministro da Hungria e missionário cristão oram em favor do país - Cristianismo Inconformado

Publicidade

test banner

Post Top Ad

Primeiro-Ministro da Hungria e missionário cristão oram em favor do país

Share This
Evangelista Nick Vujicic e Viktor Orban: "Animados para ver o que Deus tem planejado para a Hungria" | FOTO: Divulgação 

O Primeiro-Ministro da Hungria, Viktor Orban, postou nesta semana em suas redes sociais uma foto em que aparece ajoelhado, orando ao lado do evangelista Nick Vujicic, que tem deficiência física. Na ocasião, o líder conservador estava em visita à casa do evangelista e palestrante motivacional. 

Orban também postou um vídeo em sua página no Facebook de sua visita a Vujicic. A oração, segundo o evangelista, foi em favor da Hungria, em cuja capital, Budapest, o evangelista pregaria naquela ocasião.

"Obrigado, Sr. Primeiro Ministro, por se encontrar comigo hoje e orar juntos pela Hungria! Obrigado por suas boas-vindas e estou impressionado com sua coragem e fé em Deus. Estou animado para ver o que Deus tem planejado para a Hungria! Ansioso para pregar hoje à noite diante de 12.000 pessoas em Budapeste, além da audiência on-line! Deus te abençoe e Deus abençoe a Hungria!", disse Vujicic, em sua postagem.

Em entrevista à CBN News no ano passado, o ministro das Relações Exteriores da Hungria Péter Szijjártó disse que o povo da Hungria queria manter sua herança como nação cristã. "Queremos manter a Hungria como um país húngaro; queremos manter a Hungria como um país cristão, de acordo com as raízes e a herança", disse ele.

Szijjártó também falou sobre como a definição tradicional de família e casamento é importante para os húngaros. "Somos uma nação muito orientada para a família", explicou. "Você sabe, mesmo na Constituição, falamos muito claramente que o casamento é uma instituição entre um homem e uma mulher. Recebemos ataques enormes sobre isso, dizendo que somos retrógrados, que não entendemos os desenvolvimentos modernos, mas nós cumprimos a definição tradicional de família e a definição tradicional de casamento".

O presidente Orban, por sua vez, disse que "a Hungria precisa de um governo dedicado aos valores cristãos", e definiu seu país como sendo a última esperança da Europa". 

O analista de política húngaro Istvan Pocza disse à CBN News há vários anos que a Hungria só voltou às suas raízes como bastião histórico do cristianismo, que remonta a mais de mil anos, apesar de quase 200 anos de ocupação otomana muçulmana e após a Segunda Guerra Mundial, o domínio comunista soviético. .

Nos últimos anos, Orban alertou fortemente contra a imigração islâmica na Europa, chamando-a de ameaça à cultura cristã europeia. "Nunca permitiremos que a Hungria se torne um país alvo de imigrantes", disse ele à TV húngara, segundo a BBC News. "Queremos manter a Hungria como Hungria". 

Fonte: Breaking Christian News

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad

Pages