Selo de possível administrador do primeiro templo de Jerusalém é encontrado, dizem arqueólogos - Cristianismo Inconformado

Publicidade

test banner

Post Top Ad

Selo de possível administrador do primeiro templo de Jerusalém é encontrado, dizem arqueólogos

Share This
O selo, com apenas um centímetro de diâmetro, foi encontrado por um voluntário do projeto de peneiração da cidade de David há três semanas | FOTO: Reprodução/City of David Foundation

Um selo de argila que data da época do primeiro templo, construído pelo rei Salomão, foi encontrado em solo escavado nas fundações do Muro das Lamentações. A bula traz a frase "Adoniyahu Asher Al Habayit", significando que o homem era um mordomo real e recebeu o nome de Adoniyahu, que significa "Meu Senhor é o Senhor".

"Esta pequena bula tem um significado imenso para bilhões de pessoas em todo o mundo", disse Doron Spielman, vice-presidente da Fundação City of David, em comunicado. “[É] o selo pessoal de um alto funcionário para um rei bíblico do período do Primeiro Templo. Esse é outro elo da longa cadeia da história judaica em Jerusalém, que está sendo descoberta e preservada diariamente na cidade de David”. 

O selo, com apenas um centímetro de diâmetro, foi encontrado por um voluntário do projeto de peneiração da cidade de David há três semanas. Em um vídeo descrevendo o projeto, o arqueólogo Eli Shukron explicou que a inscrição na bula indica que Adoniyahu era o “ministro mais graduado do reino de Judá”.

"É o ministro mais intimamente relacionado ao rei", disse ele. Também foi observado que o nome aparece na Bíblia em vários locais, pois a versão em inglês de Adoniyahu é Adonijah (Em português, Adonias). "Ele aparece em conexão com três [indivíduos] que conhecemos na Bíblia, o mais famoso dos quais é Adonias, filho de Davi", afirmou Shukron. Adonias também seria o meio-irmão do rei Salomão.

Seu nome aparece repetidamente em 1 Reis 1 e 2, com um versículo narrando: “E foi dito a Salomão, dizendo: 'Eis que Adonias teme o rei Salomão. Pois eis que ele agarrou as pontas do altar, dizendo: 'Hoje o rei Salomão me jurará que não matará seu servo com a espada'" . Salomão mais tarde matou Adonias, pois procurou usurpar o trono.

Não se sabe se a bula pertence ao filho de Davi ou se foi a posse de um mordomo real diferente com o nome Adoniyahu. Segundo o The Times of Ysrael, outro selo foi encontrado em março com a inscrição "Nathan-Melech, servo do rei". O nome é encontrado em 2 Reis 23:11, que diz: "E ele levou os cavalos que os reis de Judá deram ao sol, ao entrar na casa do Senhor, pela câmara de Natã-Melec, o camareiro, que ficava nos subúrbios, e queimou os carros do sol com fogo”.

Shukron expressou empolgação com a recente descoberta, afirmando: "Você vem e segura este carimbo que foi usado para assinar uma carta 2.600 anos atrás pelo ministro mais alto do reino - é algo incrível, de tirar o fôlego".

Fonte: Christian News

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad

Pages