Header Ads

ad

Ex-presidente da Igreja Luterana da Venezuela é assassinado

Rev. Luis Gregorio Coronado foi encontrado morto em um prédio que compõe a propriedade da igreja que liderava e o corpo estava com pés e mãos amarrados | FOTO: Divulgação/Arquivo Pessoal

A Igreja Luterana da Venezuela (ILV) anunciou que seu ex-presidente, Rev. Luis Gregorio Coronado, foi morto. Conforme relatos, ele desapareceu em 12 de dezembro e foi encontrado morto, com as mãos e os pés amarrados, na última segunda-feira (16), em um prédio residencial missionário de propriedade da igreja.

"O sangue de um santo clama", escreveu a igreja venezuelana, anunciando a morte de seu ex-líder. "Seu trabalho para a igreja local e nacional foi fiel e constante . Como igreja nacional, agradecemos a Deus por seu serviço, sua amizade e seu amor". 

O reverendo Coronado foi eleito para um mandato de dois anos como presidente da Igreja Luterana da Venezuela em novembro de 2009. Ele já havia servido a ILV como vice-presidente e era pastor da Igreja Luterana Fuente de Vida em Puerto Ordaz, há mais de duas décadas. Ele também atuava como conselheiro pastoral no sul da Venezuela. 

O líder religioso deixa sua esposa e três filhos. A triste notícia da morte acontece apenas algumas semanas após a 59ª Convenção da ILV, ocorrida em novembro. Durante esse período, a igreja elegeu o reverendo Eduardo Flores para servir como presidente. Ele divulgou uma mensagem de áudio em espanhol sobre a morte de seu antecessor. 

A Igreja Luterana da Venezuela é membro do Concilio Luterano Internacional, uma associação global de organizações religiosas da Igreja Luterana.

Fonte: Portal Luteranismo

Nenhum comentário