Novo México precisa de mais "plantadores de igreja", diz Convenção Batista

Festival Hispânico, no Novo México: poucas igrejas para atender cerca de 3mil pessoas | FOTO: Divulgação/ Convenção Batista do Novo México 

Quase metade da população do Estado do Novo México é hispânica, a maior participação nos Estados Unidos. No entanto, existem apenas 57 igrejas batistas hispânicas ministrando cerca de 3.000 hispânicos em qualquer domingo do país. A Igreja Batista do Sul está decidido a mudar isso.

"O Novo México é um campo missionário. Nosso maior desafio é encontrar plantadores de igrejas para alcançar esse grupo de pessoas",diz Ricardo Rivera, estrategista latino-americano da Convenção Batista do Novo México. 

A população hispânica do Novo México é tão diversa quanto grande. Na parte norte do estado, a maioria dos hispânicos é descendente de espanhóis, está na área há muitas gerações e fala principalmente inglês. 

Na parte sul do estado, a maioria da população hispânica é composta por imigrantes do México, América Central e do Sul que falam principalmente espanhol. Finalmente, a leste, existem muitos hispânicos trabalhando nas fazendas leiteiras que se alinham nessa parte do estado.

A Primeira Igreja Batista em Portales é atualmente a única igreja no Novo México trabalhando para alcançar os trabalhadores das fazendas leiteiras. 

“O ministério para os trabalhadores das fazendas leiteiras começou por meio de um diácono da FBC Portales, dono de uma das fazendas e queria alcançar os hispânicos que trabalhavam lá. Quarenta pessoas foram salvas como resultado desse ministério”, observou Rivera.

Outra estratégia que as igrejas estão usando para alcançar os hispânicos são os eventos evangelísticos que, segundo Rivera, são essencialmente serviços ao estilo de avivamento. As igrejas hispânicas são incentivadas a sediar um desses eventos anualmente. Os eventos incluem festas e evangelismo de porta em porta.

Trinta igrejas receberam cerca de 900 pessoas perdidas em seus avivamentos na Páscoa, segundo Rivera. Mais de 100 foram salvos e 12 foram batizados. No próximo ano, as igrejas trabalharão no acolhimento de dois reavivamentos; um na primavera e outro no outono. Grande parte do alcance até agora se concentrou nos hispânicos de primeira geração.

"Temos muitos latinos de segunda e terceira geração que se comunicam em inglês, mas são culturalmente hispânicos. No momento, não estamos servindo esse grupo efetivamente. Precisamos de plantadores de igrejas bilíngues e jovens, que são culturalmente hispânicos, para vir trabalhar com esse grupo de pessoas no Novo México", disse Rivera. 

Embora seja um lugar desafiador para o ministério devido à forte formação católica romana, as pessoas estão abertas a ouvir o evangelho. Ecoando Mateus 9, Rivera afirmou que os recursos estão disponíveis, mas os trabalhadores são poucos.

Fonte: Biblical Recorder

Postar um comentário

0 Comentários