Trump dá "start" em força-tarefa de combate à violência às mulheres indígenas dos EUA - Cristianismo Inconformado

Publicidade

test banner

Post Top Ad

Trump dá "start" em força-tarefa de combate à violência às mulheres indígenas dos EUA

Share This
Trump determinou a criação de uma força-tarefa  a fim de enfrentar a crise de mulheres e meninas desaparecidas e assassinadas nas comunidades indígenas americanas e nativas do Alasca | FOTO: Evan Vucci/AP 

O Presidente Donald Trump se comprometeu em proteger mulheres e crianças nativo-americanos. Uma ordem executiva determinada na última quarta-feira (27) estabelece a Operação Lady Justice - uma força-tarefa interinstitucional encarregada de desenvolver uma estratégia agressiva em todo o governo para enfrentar a crise de mulheres e meninas desaparecidas e assassinadas nas comunidades indígenas americanas e nativas do Alasca.

A força-tarefa estabelecerá equipes multijurisdicionais, compostas por representantes das autoridades tribais e federais para analisar casos não resolvidos. Além disso, essa nova força-tarefa promoverá uma maior cooperação entre as agências federais, locais, estaduais e tribais para responder aos casos. Para equipar melhor as comunidades a responder à crise, a força-tarefa empreenderá esforços para aumentar a conscientização pública sobre o assunto.

Essa ordem executiva também instrui o Departamento de Justiça a emitir doações para ajudar a melhorar a segurança nas comunidades nativas americanas. Um estudo descobriu que as mulheres nativas americanas em certas comunidades tribais têm 10 vezes mais chances de serem assassinadas do que as americanas comuns. Em outubro, o Departamento de Justiça dos EUA (DOJ) concedeu mais de US $ 273,4 milhões em subsídios para melhorar a segurança pública, servir as vítimas de crimes, combater a violência contra as mulheres e apoiar programas para jovens em comunidades nativas americanas.

No início deste mês, o DOJ lançou uma estratégia nacional para tratar dos nativos americanos desaparecidos e assassinados. A Operação Lady Justice é o último passo nos esforços do presidente para apoiar nossas comunidades tribais. Trump se tornou o primeiro presidente a reconhecer oficialmente a grave questão de índios americanos desaparecidos e assassinados e nativos do Alasca, emitindo uma proclamação "Dia dos índios americanos desaparecidos e assassinados e Dia da Consciência dos Nativos do Alasca".

Em março de 2019, o presidente Trump anunciou a Força-Tarefa Presidencial para a Proteção de Crianças Nativas Americanas no Sistema de Serviços de Saúde. Essa força-tarefa ajuda a proteger as crianças nativas americanas contra abusos no sistema de saúde. Trump assinou uma legislação que restaurou a oportunidade de receber lotes prometidos para quase 3.000 veteranos nativos do Alasca que serviram no Vietnã.

Para ajudar a expandir o desenvolvimento da banda larga no país indiano, o governo realizou uma Cúpula Nacional de Banda Larga Tribal em setembro passado. Este ano, o presidente Trump garantiu um acordo com o presidente Niinistӧ da Finlândia para repatriar restos ancestrais do índio americano e objetos funerários para os Estados Unidos.

Fonte: Breaking Christian News

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad

Pages