Líder dos direitos civis, amigo de Martin Luther King, morre aos 98 anos

Rev. Joseph Lowery atuou por 50 anos na luta pelos direitos civis tanto nos Estados Unidos quanto em outros países |FOTO: David Goldman/AP

O Rev. Joseph Lowery, líder dos direitos civis que trabalhou em estreita colaboração com o Rev. Martin Luther King Jr. morreu na sexta-feira (27), aos 98 anos. Clérigo metodista, ele co-fundou a Conferência de Liderança Cristã do Sul com King e atuou como presidente por 20 anos da organização.

"Hoje à noite, o grande reverendo Joseph E. Lowery fez a transição da Terra para a eternidade", twittou o King Center em Atlanta . “Nossos pensamentos e orações estão com a família dele. Ele era um defensor dos direitos civis, um desafiante da injustiça, um amigo querido da família King. Obrigado senhor". 

Por mais de 50 anos, o clérigo Metodista Unido esteve envolvido no trabalho de defesa de direitos, desde a desagregação de ônibus ao protesto contra o apartheid até a atenção para a crise da Aids na África e nos EUA.  

"Seu capítulo na história americana e na história afro-americana, em particular, é lendário e sua liderança como parte da equipe original de Martin Luther King Jr. não pode ser exagerada", disse o reverendo Otis Moss Jr., pastor aposentado de Cleveland que celebrou o casamento de Lowery e sua esposa, Evelyn Gibson Lowery, que morreu em 2013.

Em 1963, Dr, King entregou um quarto de hotel a Lowery, em Birmingham, Alabama - onde os acordos de desagregação com a cidade haviam sido anunciados e, enquanto Lowery estava fora, o lugar foi destruído por uma bomba.

Questionado se os perigos o fizeram querer interromper seu trabalho pelos direitos civis, Lowery disse em 2011 que eles poderiam ter, mas apenas por um momento fugaz. "Não durou muito porque não achamos que tínhamos nenhum escolha. Foi um chamado". 

Martin Luther King Jr., à esquerda, com o Rev. Joseph E. Lowery, no centro, e o Rev. Wyatt Tee Walker, na Primeira Igreja Batista Africana em Richmond, Virgínia, para a convenção da Conferência de Liderança Cristã do Sul em setembro 25, 1963 |FOTO: Carl Lynn/AP

Apelidado de "decano do movimento dos direitos civis" pela NAACP, Lowery parecia sempre pronto para lembrar as pessoas de trabalhos inacabados, segundo disse o Rev. James Forbes, ministro emérito da Igreja Riverside de Nova York. 

Lowery se aposentou do pastorado da Igreja Metodista Unida de Cascade, em 1992, em Atlanta, depois de ajudar a arrecadar dinheiro para construir um edifício maior para abrigar seus crescentes membros. Anteriormente, ele pastoreava igrejas em Birmingham e Mobile, Alabama, e outra em Atlanta.

O bispo Vashti McKenzie, da Igreja Episcopal Metodista Africana, que visitou Lowery quando foi hospitalizado antes da inauguração, disse que a franqueza dele era corajosa para a época. "Ele demonstrou uma coragem extraordinária com o risco de sua própria vida e o risco de sua família em um momento em que não era popular falar", disse. 

Fonte: Religion News

Postar um comentário

0 Comentários