Pastor no Maranhão é preso acusado de abuso sexual

Segundo a polícia, pastor se declarava 'guiado por Deus' e dizia às vítimas que elas estavam 'possuídas',  cometendo os abusos | FOTO: Divulgação/Polícia Civil-MA


Um pastor de 52 anos foi preso na noite da última quinta-feira (5) por suspeita de abusar sexualmente de fiéis de uma igreja evangélica no município de Sucupira do Norte, localizado a 503 km de São Luís. Uma operação, denominada "Mateus 7:15", foi deflagrada para capturar o acusado. 

O suspeito dizia às mulheres que elas estavam ‘possuídas’ e as levava para o altar da igreja, onde cometia os abusos alegando que era ‘guiado por Deus’. A operação assim nomeada por se referir ao versículo da Bíblia que diz “Cuidado com os falsos profetas. Eles vêm a vocês vestidos de peles de ovelhas, mas por dentro são lobos devoradores”.

De acordo com a Polícia Civil do Maranhão (PC-MA), pelo menos seis vítimas registraram denúncias por conta dos abusos. Todas as vítimas alegam que além dos crimes sexuais, o pastor também tocava em partes íntimas do corpo. O suspeito, que é natural de São Luís, mora no município há mais de dez anos.

Segundo o delegado Francisco Taveira, da Delegacia Regional de São João dos Patos, os abusos foram cometidos durante o ano passado. A expectativa é que outras mulheres que foram vítimas do pastor evangélicos se apresentem em breve à polícia. 

Após as denúncias, um mandado de prisão preventiva foi expedido pelo juiz da Comarca de Mirador. Em seguida, o suspeito foi encaminhado a Unidade Prisional de São João dos Patos, localizada a 540 km de São Luís, onde deve permanecer a disposição da justiça.

Fonte: G1 Maranhão


Postar um comentário

0 Comentários