COVID-19| Número de pessoas recuperadas da doença no mundo supera o de mortos

A China é o país com o maior número de recuperados da doença, com 77.639 no total |FOTO: Asian Wire

Até esta quarta-feira (8), o número de mortos pelo novo coronavírus foi de 88.538 pessoas. Em contrapartida, o número daqueles que se recuperaram após tratamento é maior: 329.876. E o que mostra o mapa desenvolvido pelo Centro de Ciência e Engenharia de Sistemas da universidade americana Johns Hopkins, que faz uma estimativa a partir de indicativos mundiais relacionados à doença.

Segundo o relatório, o país com o maior número de casos de recuperação da doença é a China, com 77.639 pessoas. Em seguida a Espanha, com 48.021 e a Alemanha, com 46.300. Chile e Peru são os dois maiores da América Latina em termos de pacientes que se livraram do Covid-19, com 1.333 e 1.115, respectivamente. O Brasil, de acordo com o mapa, apresenta 127 recuperados. 

Segundo a Organização Mundial da Saúde, apesar do grande número de recuperados, não significa dizer que se trata de cura. Há incertezas relacionadas ao coronavírus que exigem cautela na hora de dar alta aos pacientes que se apresentam fora de perigo. O potencial de transmissão do vírus após o desaparecimento de sintomas em uma pessoa já diagnosticada e até mesmo dúvidas sobre se uma nova infecção é possível são alguns dos mistérios que os cientistas devem analisar. 

Mapeamento em tempo real dos casos de Covid-19 em todo o mundo, feito pela Universidade Johns Hopkins

A própria Universidade Johns Hopkins, que mapeia os números em tempo real, não detalha como é feita a classificação dos casos recuperados, pois a base é a estimativa feita a partir do que a imprensa dos países noticia diariamente.  

No Brasil, as secretarias de Saúde dos estados definem a "cura" por critério clínico, sem a necessidade de teste. Ou seja, o paciente é considerado fora de perigo se não apresentar mais nenhum dos sintomas após 14 dias do diagnóstico laboratorial. O número de pacientes infectados pelo novo coronavírus chegou a 15.927 e o número de mortos chegou a 800, segundo balanço desta quarta-feira (8) do Ministério da Saúde. 


Postar um comentário

0 Comentários