Header Ads

ad

Cantora Fabiana Anastácio morre, vítima da Covid-19

Fabiana estava internada há uma semana na UTI de um hospital em São Paulo, por complicações da doença |FOTO: Assessoria

Uma das grandes referências da atual música evangélica foi mais uma vítima do coronavírus. Fabiana Anastácio morreu na madrugada desta quinta-feira (4), em um hospital de São Paulo onde estava internada há seis dias. 

De acordo com a assessoria da cantora, até a quarta-feira, o quadro geral de saúde dela era estável, com sinais controlados de saturação, hipertensão e diabetes. Porém, ela ainda apresentava dificuldades para respirar. 

"O Brasil chora conosco e junto da família enlutada, com total respeito à sua memória. Que o Espírito Santo console a todos! Incontáveis almas ganhas para Deus, pessoas tocadas e abençoadas pelos louvores e pregação dessa verdadeira Adoradora, canal de Deus para a vida de muitos", diz a nota oficial sobre a morte da cantora, em suas redes sociais. 

Fabiana era de Santo André (SP) e desde a infância era envolvida com a música, cantando em corais onde seu pai era pastor. Em uma de suas apresentações durante um culto, um vídeo foi gravado e publicado no YouTube, o que lhe rendeu projeção nacional. 

Seu primeiro álbum lançado foi "Adorador", em 2012. Logo em seguida vieram os trabalhos "Adorador 2 - Além da Canção" (2015) e "Adorador 3 - Além das Circunstâncias" (2017). 

Antes de ser internada, em maio, ela fez uma "live" para seus fãs. Fabiana era casada com o pastor Rubens Nascimento, e tinha três filhos.

Nenhum comentário