Header Ads

ad

"Gostaria de orar?", diz policial a manifestante contra o racismo

Juntos, policial e manifestante oraram pelo fim da violência e discriminação nos Estados Unidos |FOTO: Metro Nasville PD

A imagem de um policial e manifestante em Nashville orando juntos inspirou muitos que estão buscando esperança durante esses tempos difíceis. Durante um protesto pacífico no último sábado (30) no Tennessee, o policial Garren Hoskins viu um manifestante compartilhando sua fé cristã com a multidão. 

"Meu dever naquela hora era manter a linha e criar uma barreira ao redor da delegacia central enquanto o protesto pacífico continuava", disse Hoskins. “Havia um indivíduo parado na minha frente. Ele estava pregando, segurando uma placa e ele estava com a máscara".

O policial continua. “Enquanto ele falava, ele estava citando versículos da Bíblia. Pessoalmente, sou cristão e o que ele estava dizendo são as mesmas coisas em que fui criado e o que acredito”, acrescentou o oficial.

Enquanto o oficial Hoskins e o manifestante trocavam palavras casualmente, a conversa ganhou um tom mais significativo. 

“Enquanto ele falava, eu meio que respondi com ele e mantive uma conversa casual. Houve um breve momento em que ele parou e estava parado ali. Senti uma oportunidade como policial e como pessoa, então perguntei a ele: 'Gostaria de orar?' Ele soltou a placa, olhou para mim e disse: 'Absolutamente'". 

Hoskins informou seus parceiros que ele iria orar com o manifestante. Os dois homens se abraçaram e inclinaram a cabeça em oração. 

"Ele fez uma grande oração por direitos iguais - todos os homens eram tratados de acordo com Deus, e foi muito emocionante", disse Hoskins.


Depois de orarem juntos, os dois homens se agradeceram por serem gentis, profissionais e presentes. O oficial Hoskins disse que não sabia que o encontro foi fotografado e está surpreso com toda a atenção que recebeu.

"Olhar para mim mesmo e saber que era eu lá me tocou de certa forma - é uma imagem realmente poderosa", disse o policial. “Ao mesmo tempo, esse cavalheiro era um cara tão legal. Acredito que isso criou uma solidariedade entre ele expressar sua liberdade de expressão e eu lá como policial e isso é algo que o mundo precisa ver”. 

"Você pode ver tumultos e saques em todas as cidades dos Estados Unidos, mas acho que há coisas acontecendo fora dessas imagens que são reais e poderosas e que minha imagem foi capturada naquele momento", concluiu.

Fonte: Faithwire

Nenhum comentário