Header Ads

ad

Igreja cristã na França é alvo de ataques racistas

A inscrição diz "preto": casos assim estão se espalhando por outros lugres de Saint-Étienne |FOTO: France Bleu 

Membros da Igreja Evangélica Moisson (Harvest) na cidade de Saint-Étienne (perto de Lyon, França) denuncia que constantemente são alvos de atos racistas, por meio de grafites com as palavras "negro" e "preto" na cor verde, em frente às suas instalações.

De acordo com o site de notícias local France Bleu, esta é a terceira vez em poucas semanas que tais atos vandalistas atingem a igreja evangélica. O pastor Clément Guérékozoungbo disse sentir horrorizado com a situação

“É chocante. Sou negro, sou africano. Amamos este país, nunca tivemos problemas. Além disso, nossa igreja não é composta apenas de africanos. Somos uma mistura bonita”, disse o pastor. 

Segundo o jornal local, os vizinhos que moravam em frente à igreja evangélica foram os que ajudaram a apagar as inscrições racistas. "Não queremos dar a eles [os racistas] o prazer que todo mundo vê", disseram.

O Conselho Nacional de Evangélicos na França ( CNEF ) confirmou que a Igreja Moisson é uma de seus membros e denunciou a situação nas redes sociais. 

Pichações semelhantes também apareceram em outros lugares da região. A porta de um vizinho foi atingida cinco vezes com palavras como "árabe" e "árabe C-19". A inscrição "Turk" também foi vista em algumas paredes.

Os vizinhos disseram à France Bleu que esperam que o agressor seja encontrado em breve, mas também disseram que a situação levou a boas conversas e "solidariedade" entre as pessoas do bairro.

Fonte: Evangelical Focus/France Bleu

Nenhum comentário