“Se pode protestar, por que proibiram funerais?”, questiona colunista do NY Post

O colunista questiona o porquê de ser proibido velar entes queridos, mas aglomerações nas ruas são liberadas, inclusive com participação de membros da classe política |FOTO: John Moore

Rich Lowry, colunista do jornal americano New York Post, publicou um artigo na última segunda-feira (15) questionando se as medidas de distanciamento social para a Covid-19 foram realmente eficazes para salvar vidas de americanos contra o coronavírus. 

Para o autor, os governadores e prefeitos foram hipócritas ao proibirem funerais e missas, enquanto permitem protestos violentos dos Antifas e Black Lives Matter. 

“Visitar o leito de morte de um ente querido com o COVID-19? Absolutamente não. Trazer milhares de estranhos para marcharem por horas em grupos espontâneos e desordenados? Obrigado pelo seu compromisso”. 

A governadora de Michigan, Gretchen Whitmer, participou dos protestos com centenas de pessoas contra o assassinato de George Floyd. Segundo Lowry, a governadora não respeitou a própria ordem executiva de distanciamento social. Em resposta, Whitmer disse que “era um momento importante para mostrar apoio”.

Fonte: Senso Incomum 


Postar um comentário

0 Comentários