Header Ads

ad

Pastor tem post apagado no Facebook após criticar pastorado feminino

 

Pr. Renato Vargens: "Definitivamente, estamos debaixo de uma ditadura progressista e relativista" |FOTO: Arquivo Pessoal

O pastor Renato Vargens, da Igreja Cristã da Aliança, denunciou nesta quinta-feira (24) ter sofrido censura no Facebook, após ter um apagado pela rede social. Na publicação, o líder cristão teceu uma crítica ao pastorado feminino.

“Manifestei a minha opinião religiosa, embasado no artigo 5º da CF, afirmando que a Bíblia não legítima a ordenação de pastoras e o Facebook deletou o meu post e me ameaçou de banimento”, disse o pastor.

Vargens ainda afirmou que há um patrulhamento ideológico nas redes sociais, inclusive envolvendo cristãos que “fecham” com a ideologia marxista. “Definitivamente, estamos debaixo de uma ditadura progressista e relativista”.


CENSURA DO FACEBOOK Manifestei a minha opinião religiosa, embasado no artigo 5º da Constituição Federal afirmando que...

Publicado por Renato Vargens em Quinta-feira, 24 de setembro de 2020


Renato Vargens é pastor, conferencista, tendo já pregado o evangelho em países da América do Sul, Norte, Caribe, África e Europa. Já escreveu mais 20 livros em língua portuguesa e espanhola. Além disso, é também colunista e articulista de revistas, jornais e diversos sites protestantes.

Nenhum comentário