Header Ads

ad

RESSURREIÇÃO| Jim Caviezel sinaliza sobre sequência de "A Paixão de Cristo"

Jim Caviezel perdeu vários papeis após viver Jesus, porém para ele, a fé importa mais: "Vivi o maior super-herói de todos os tempos"

Será que uma sequência de "A Paixão de Cristo" de Mel Gibson é possível? O ator Jim Caviezel, que interpretou Jesus no longa diz que o filme já está com a produção em andamento, porém ainda sem data prevista para estreia. 

"Mel Gibson acabou de me enviar a terceira foto, o terceiro rascunho. Está chegando. Chama-se 'A Paixão de Cristo: Ressurreição'. Vai ser o maior filme da história mundial", disse o ator, de acordo com a Breitbart

A sequência, que se concentrará na ressurreição de Cristo, continuará de onde o primeiro filme parou. Em 2004, o longa arrecadou US $ 612 milhões em todo o mundo, com um orçamento de produção de US $ 30 milhões e foi o  filme de maior bilheteria  na América do Norte.


"Lutar pra sobreviver"

Caviezel explicou também que sua carreira de ator foi  bastante afetada depois de interpretar Jesus. "Tive de lutar para sobreviver", disse ele. “O filme 'explodiu'. Eu estava fora das paradas. Você pensaria, 'Oh, você vai trabalhar muito.' Não, não estava. Eu não estava mais na lista do estúdio. Isso se foi, por causa do que eu faço como ator - essa é minha habilidade - foi dado a mim por Deus. Eu não o dei a mim mesmo, mas é algo em que tenho um grande alcance". 

O ator estrelou uma de televisão de sucesso, "Person of Interest", entre 2011 e 2016 e também o filme "Paulo, o Apóstolo de Cristo", em 2018. Apesar de "A Paixão de Cristo" ter um efeito negativo em sua carreira, Caviezel considera sua fé o mais importante.  

"Eu realmente senti que a fé era muito maior do que a indústria e Hollywood, e maior do que o Partido Republicano ou Democrata ou qualquer coisa assim", acrescentou.  

No início deste ano, Caviezel disse à  Fox News  que filmes baseados na fé são essenciais hoje em dia, mas a oposição dentro da indústria cinematográfica aumentou. 

"É tão importante neste momento", explicou o ator. "Esses filmes não podem ser feitos agora. Os filmes que eles fazem são filmes da Marvel Comics. Você verá o Superman. Você não verá Jesus. Eu tenho que interpretar o maior super-herói que já existiu". 


Nenhum comentário