Header Ads

ad

Cristão iraniano toma vinho da Ceia e é condenado a 80 chibatadas


Mohammad Reza "Youhan": Para os iranianos muçulmanos, beber álcool é ilegal

Mohammad Reza (Youhan) Omidi, um cristão iraniano, foi açoitado 80 vezes nesta quarta-feira (14) simplesmente por ter bebido o vinho da Santa Ceia. As informações são da organização Article18, que apoia juridicamente cristãos em situação de forte perseguição religiosa.  

Segundo a organização, a punição foi dada a Youhan porque para os muçulmanos iranianos, é ilegal beber álcool, mas as exceções são feitas para minorias religiosas reconhecidas, incluindo cristãos. No entanto, o Irã não reconhece convertidos como tal.

Essa falta de reconhecimento, segundo a Article18, também é a razão pela qual Youhan passou os últimos dois anos na prisão e agora vive em exílio interno - por ser membro de uma igreja doméstica, que é a única comunidade cristã disponível para convertidos no Irã.

Youhan começou seus dois anos de exílio na cidade de Borazjan, no sudoeste, há um mês. Então, no último sábado, 10 de outubro, ele recebeu uma intimação das autoridades em sua cidade natal de Rasht, mais de 1.000 km ao norte de Borazjan, para viajar de volta para casa às suas próprias custas para receber seus chicotes.

Ele e dois de seus companheiros membros da igreja doméstica, Mohammad Ali (Yasser) Mossayebzadeh e Zaman (Saheb) Fadaee, foram condenados a 80 chicotadas em setembro de 2016 - por um tribunal civil e revolucionário de Rasht. 

Essa condenação - além das acompanhantes sentenças de 10 anos - foi imposta a eles e a seu pastor, Yousef Nadarkhani, um ano depois por um tribunal revolucionário em Teerã.

Esta não foi a primeira experiência de Youhan. Ele também recebeu 80 chicotadas em 2013, ao lado de outro membro da igreja doméstica, pelo mesmo motivo: eles usaram vinho da Ceia.

No entanto, em ambas as ocasiões, amigos de Youhan dizem que este ficou grato pela relativa indulgência demonstrada por aqueles que executaram a sentença, depois que ele explicou-lhes que não havia agido com impropriedade, mas que apenas compartilhou uma taça de vinho como um ato de adoração a Deus.

FONTE: Article18

Nenhum comentário